Acadêmica encontra pedaço de barata em pão de queijo de lanchonete da UFT: “nojo terrível”, diz

Perna de uma barata foi encontrada no pão de queijo, diz estudante - Imagem: Reprodução/Facebook
Perna de uma barata foi encontrada no pão de queijo, diz estudante – Imagem: Reprodução/Facebook

Por: @eduardoazev

A estudante de Engenharia Civil da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Ludmilla Costa, confirmou ao Blog do @eduardoazev na manhã desta segunda-feira, 16, que encontrou uma perna de uma barata em um pão de queijo que consumia na lanchonete “Mais Que Mais”, da UFT em Palmas.

No último dia 12 de março ela divulgou a imagem do alimento com o pedaço do inseto no facebook e causou a revolta de muitos outros estudantes da universidade. Ela contou à reportagem como o fato aconteceu.

“Toda manhã costumava tomar café da manhã na lanchonete. Estava eu e mais três amigos comendo e conversando como fazíamos todos os dias. Ao olhar para o pão de queijo que estava consumindo reparei a pata da barata. Fiquei com um nojo terrível”, disse.

11076082_846293668771331_707367648_n
Lanchonete onde ocorreu o fato – Imagem: Blog do @eduardoazev

A acadêmica afirmou que foi procurar imediatamente a gerência do estabelecimento após ter encontrado o pedaço da barata no pão de queijo. “Levantei da mesa revoltada. Os meus amigos me perguntaram o que tinha acontecido e eu só respondia não acreditava naquilo. Tinha jogado o pão de queijo no canto eles pegaram para ver o que era. Então eu falei e eles viram. Fui até a funcionaria do caixa e pedi pra falar com a gerente, mas eles não fizeram nada. Fiz a reclamação, falei que aquilo era inadmissível que era uma falta de respeito com o consumidor. Ela apenas concordou que era inaceitável a situação e disse que o produto era terceirizado”, declarou.

Depois do ocorrido Ludimilla disse que entrou em contato com os responsáveis pela fiscalização das cantinas da UFT – Campus de Palmas, que oficializaram a sua reclamação ao setor administrativo da UFT. “Mas ainda estou esperando uma resposta”, ressaltou.

Lanchonete não tomou medidas

A gerente da Lanchonete “Mais Que Mais”, Valda Monteiro confirmou ao Blog do @eduardoazev na última sexta-feira, 13, que recebeu a reclamação da estudante. Ela informou que no momento do ocorrido não estava no local onde ocorreu o caso, pois há duas lanchonetes no Campus de Palmas.  “No momento que aconteceu eu estava aqui (Lanchonete próxima do Bloco A). Quando cheguei lá (Lanchonete em frente a Reitoria) uma funcionária me contou que a menina encontrou o pedaço da barata”, disse.

11056990_846293588771339_1703439095_n
Gerente mostra pão de queijo congelado – Imagem: Blog do @eduardoazev

A gerente disse ainda que o alimento não é produzido nas lanchonetes e que eles recebem de uma empresa terceirizada. “A gente não produz, a gente recebe congelado. Passamos o fato ao responsável. Foi mostrado para a aluna que a gente recebe congelado”, declarou. Ao ser questionada pela reportagem se alguma medida, como o encerramento do contrato com  essa empresa, seria tomada, a gerente não soube responder. “Ainda não conversei com eles. Essa parte só com a empresa. Eles que estão cuidando dessa parte”, destacou.

Terceirizada se posiciona

O Blog do @eduardoazev entrou em contato por telefone nesta segunda-feira, 16, com a empresa “Quero Mais” responsável pela distribuição do alimento. O gerente de Vendas Edson Rodrigues Sales informou à reportagem que a empresa não havia sido oficializada formalmente sobre o ocorrido para poder tomar as devidas providências.

“Eu recebi essa informação na sexta-feira (13) a tarde. A lanchonete nos comunicou que ocorreu alguma coisa, mas não sabemos quem foi a pessoa e o que realmente aconteceu. A gente está sabendo por alto”, disse. Sales destacou ainda que a matéria prima recebida por eles vem diretamente da empresa Marcil, uma das maiores do Brasil. ”A gente distribui (pão de queijo) para todo o Tocantins”, completou.  O gerente também se prontificou a mostrar para a estudante como são produzidos os alimentos dentro da empresa.

“Mais que Mais” é a responsável e já foi notificada

O responsável pela fiscalização do contrato das cantinas que servem o Câmpus da UFT, Romildo Belém, afirmou na tarde desta segunda-feira, 16, que a lanchonete já foi notificada. “Nós recebemos a denúncia através de um ofício do Centro Acadêmico de Engenharia Civil. Existe um contrato entre UFT e a Lanchonete Mais que Mais. Dentro desse contrato tem todas as obrigações e responsabilidades da empresa. Neste caso houve um descumprimento, então a gente notificou . Abrimos um prazo para ela apresentar a sua defesa, que é de cinco dias úteis”, declarou.

Ofício protocolado pelo Centro Acadêmico de Engenharia Civil da UFT - Imagem: Reprodução/Facebook
Ofício protocolado pelo Centro Acadêmico de Engenharia Civil da UFT – Imagem: Reprodução/Facebook

A lanchonete foi notificada na última sexta-feira (13). O contrato de 12 mesas da UFT com a “Mais Que Mais” vence agora no final do mês de março e pode ou não ser renovado pela universidade.

Anúncios

2 comentários em “Acadêmica encontra pedaço de barata em pão de queijo de lanchonete da UFT: “nojo terrível”, diz

  1. Ao longo de nossas vidas, sempre procuramos trabalhar com muita ética e respeito às pessoas que frequentavam a Lanchonete Uai. Se perguntarem então, porque perdemos a licitação na época, a resposta é muito simples: em momento algum tínhamos a intenção de fraudá-la, colocando preços a quem do valor de compra. Por isso perdemos. Paga-se um preço muito alto quem usa de atitudes mesquinhas para tentar derrubar seus concorrentes. Diga-se de passagem, nós apenas fechamos a Uai, mas nunca, em hipótese alguma, fechamos os nossos corações para as pessoas que nos davam o honra e o orgulho de estar sempre presentes, ora tomando o café da manhã com o famoso pão de queijo sem mistura, o biscoito mineiro e outras iguarias, ora tomando a refeição. Sem dúvida, a amizade que todos nós da família Uai fizemos é motivo de muita alegria, pois existe e sempre existirá uma reciprocidade. Um abraço fraterno a todos que sempre nos apoiaram. Até um dia, pois Deus, na Sua Infinita bondade está à frente de tudo. Uma pequena observação: na tentativa de nos derrubar, alguém levou um tropeção e o tombo foi feio e graças a Deus, nós continuamos de pé e sempre contando com o afeto de muita gente boa, que são os nossos clientes da Uai, sem exceção, desde o funcionário mais humilde da Fenix até doutores da UFT.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s