ANÁLISE: A representatividade no caso da advogada e do policial civil, ocorrido em Paraíso do Tocantins

pc e oab
Imagem: Da Web

Por: @eduardoazev

O caso da possível agressão à advogada de Paraíso, Iara Maria Alencar, de 63 anos,  pelo policial civil Márcio Parrião, tem levantado muitos questionamentos e opiniões pela internet afora. O fato teria ocorrido no último sábado, dia 27 de fevereiro, na cidade de Paraíso do Tocantins.

O jornalista Luis Armando definiu o caso  como: “Espetáculo da OAB: irmandade feminina denominada sonoridade parece querer transformar caso de polícia em caso de política”.

Uma análise que não levou em consideração o que de fato a OAB representa:  os advogados. Tirando como base o lamentável acontecimento, que notadamente deve ser esclarecido pelas instâncias competentes, a Ordem – que estava tão desprestigiada – mostra que de fato vem a representar a sua categoria. Ao ouvir amigos advogados, muitos estão felizes pelo posiconamento tomado pela Ordem, visto que até mesmo o novo presidente do Conselho Federal da OAB, Cláudio Lamachia, estará no Estado do Tocantins para acompanhar in loco o caso.

Isso mostra que a OAB-TO tem buscado destaque na defesa de seus advogados, como era proposto na campanha enquanto chapa “Protagonista”.

Do outro lado estão os representantes da Polícia Civil, instituição bem organizada, sempre unida e que com a força de seus membros conseguiu várias conquistas (vide o êxito da categoria na aprovação de matérias na Assembleia Legislativa nos últimos anos), sendo atualmente uma das mais visadas em concursos públicos do Estado.

No entanto algumas inconsistências nas notas que foram enviadas à mídia local, mostram que é necessário uma melhor especificação de quem de fato é o representante da Polícia Civil, haja vista a disparidade de informações.

Em uma nota de repúdio assinada pela Associação dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (ASPOL-TO); Associação de Agentes Penitenciários da Polícia Civil do Estado Do Tocantins (AGEPENS-TO); Associação dos Agentes de Polícia Civil do Estado do Tocantins (AGEPOL-TO) Associação dos Escrivães da Polícia Civil do Estado do Tocantins (AEPTO) e Associação dos Policiais Civis Papiloscopistas do Estado do Tocantins (ASPA-TO), divulgada na manhã desta segunda-feira, 29, pelo site Af Notícias foi veiculada a seguinte informação:  Associações saem em defesa de policial acusado de agressão: “é pastor não tem arma e trabalha sozinho no plantão”.

Entretanto, em outra nota divulgada no período da tarde pelo Portal T1 Notícias, era informado que:  Advogado do Sinpol nega agressão à advogada e afirma que policial cumpriu dever: Advogado Leandro Manzano encaminhou nota, afirmando que a advogada teria desacatado o Policial Civil, que reagiu “em seu dever legal “. Policial teria dado ordem de prisão e sacado arma.

Outra nota já havia sido veiculada pelo Af Notícias, onde o Sinpol-TO diz ser a única entidade a representar a Polícia Civil do Tocantins.

Neste contexto, observa-se uma falta de organização da representatividade de um órgão tão competente e essencial para a segurança pública no Estado. Oras, estava ou não armado?

Tal fato não deslegitima toda a força e respeito que deve ser dado aos milhares de policiais civis que estão diuturnamente na linha de frente, investigando casos e fazendo o possível dentro de seus limites para atender bem à sociedade tocantinense. No entanto, é preciso esclarecer quem pode falar oficialmente em primeira instância sobre a Policia Civil, respeitando desta maneira uma hierarquia, para que não haja desencontro de informações, conforme observado no caso.

Do outro lado deve ser reconhecido que a organização da OAB tem atendido aos interesses de quem ela representa: seus advogados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s