ERRO: Prova do concurso de Lagoa da Confusão vem com nome da Prefeitura de Fortaleza do Tabocão: candidatos que perceberam irregularidades podem acionar o MPE-TO

Por: Eduardo Azevedo

Provas do concurso público da Prefeitura de Lagoa da Confusão realizado neste domingo, 05 de junho, estavam com o nome da Prefeitura de Fortaleza do Tabocão em seus rodapés. A denúncia foi feita ao Blog Eduardo Azevedo por pessoas que participaram do certame.

À reportagem, a moradora do município Ingrid Lorrane, que está concorrendo a uma vaga para monitora educacional escolar, destacou que várias pessoas que participaram da seleção comentaram sobre o erro. “Na minha prova estava escrito o nome de Fortaleza do Tabocão. Aqui em Lagoa da Confusão muitos estão falando sobre esse erro. Todos bastante contrariados”, disse.

Jovenison Santos realizou o certame concorrendo ao cargo de alimentador técnico do Portal da Transparência. Como no caso de Ingrid, na prova do candidato constava o nome de outro município o que, para ele, transpareceu descuido por parte dos responsáveis por realizar a seleção. “Demonstra que empresa não tratou o concurso com seriedade”, reforçou.

A lagoense Myslane Gomes da Silva concorreu ao cargo de monitora educacional escolar, e realizou neste domingo a prova do concurso. Ela também afirmou ao Blog que em sua prova  estava escrito o nome da Prefeitura de Fotaleza do Tabocão. “Foi o pior, o ponto mais falho que eles deixaram exposto. Ali foi o deslize maior deles. Eu creio que isso foi geral nas provas. Todos que eu conversei e que fizeram a prova me disseram que na prova deles também estava o nome da outra cidade”, afirmou.

Em uma visita ao site da ICAP foi constatado pela reportagem que o instituto também é responsável pelo concurso público da Prefeitura de Fortaleza do Tabocão. De acordo com o edital, as inscrições para este certame estão abertas até o próximo dia 30 de junho.

O Blog Eduardo Azevedo entrou em contato por email com o Instituto de Capacitação, Assessoria e Pesquisa (Icap), questionando sobre o erro relatado nas provas. Até o fechamento da matéria eles ainda não se manifestaram. A reportagem também tentou falar com o prefeito do município, Neto Lino (PSD), para repercutir a denúncia, mas as ligações não foram atendidas.

MPE Orienta

Procurado pelo Blog, o Ministério Público Estadual (MPE-TO) afirmou que ao realizar um concurso público, o poder público tem que cumprir todos os princípios constitucionais que regem a administração pública: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência, visando assegurar a escolha dos candidatos efetivamente mais preparados.

Conforme o MPE-TO, havendo indício de irregularidade na realização dos certames, qualquer cidadão pode acionar o Ministério Público, pois ele é a instituição responsável por zelar pelo cumprimentos das leis.

No caso do Tocantins, o Ministério Público Estadual (MPE) tem competência para atuar em prol da legalidade de concursos públicos realizados por instituições de âmbito municipal ou estadual. Para acioná-lo, o cidadão deve se dirigir à Promotoria de Justiça da sua Comarca ou registrar reclamação por meio da Ouvidoria da Instituição, o que pode ser feito por telefone (3216-7598 e 3216-7575), por e-mail (ouvidoria@mpto.mp.br) ou pelo preenchimento de formulário específico no Portal do MPE (www.mpto.mp.br).

Imagem em destaque: Reprodução/Facebook

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s