#LoveWins: Ele é homossexual e ao seu lado sentou-se uma mulher que acabara de descobrir que seu filho era gay: venha conferir com a gente o final emocionante dessa história

Por: Eduardo Azevedo

O estudante Rayan Milhomem estava vindo de Brasília para Palmas nesta sexta-feira, 24 de junho, e ao seu lado sentou-se uma mulher. O que viria a acontecer durante a viagem não estava nos planos de nenhum dos dois. Como diz aquele ditado “nada nas nossas vidas acontece por acaso”.

A mulher estava arrasada por ter descoberto recentemente que seu filho era gay. Rayan, que também é gay, relatou em uma postagem o que conversou com ela e o final desse encontro deixou a gente emocionado.

No facebook, a internauta Ohanna Patielle conseguiu exprimir bem o sentimento deixado por meio do relato feito pelo estudante. “Essa história do Rayan me faz pensar na importância da desconstrução, mas sempre com cuidado, com amor, com paciência. Na maioria das vezes, o preconceito não é fruto da maldade e sim da ignorância. Como o Rayan, vamos ser luz na vida dos outros”, afirmou.

Venha se emocionar também com essa linda história  

“Acabei de chegar em Palmas e, como vim de ônibus, foram mais de 12h na estrada. Seriam longas doze horas se não fosse uma senhora que estava sentada ao meu lado. Ela também mora em Brasília, mas estava indo para a casa da mãe dela no interior para passar o final de semana e “tentar se recuperar de um problema que teve em casa”.

Em 15 minutos de conversa ela desabafou que o filho de 24 anos se assumiu gay e ela estava desesperada. Eles brigaram feio e ela chegou a falar para o filho que não o aceitaria assim nem que fosse o último dia de vida dela.

Conversamos mais até que falei para ela que também sou gay e perguntei se ela imaginou a dor do filho dela ao ouvir da própria mãe aquelas duras palavras.

– Nossa, mas você nem parece!

Ela disse admirada.

– Dona Maria, nós acabamos de nos conhecer. Mais algumas horas de intimidade e você logo veria meus trejeitos e gostos. Além do mais, ser gay e não parecer gay não é vantagem para ninguém. Não nos faz menos gay. Rs. Mas me responde: a senhora imaginou?

Ela abaixou a cabeça e disse um triste não. Disse que só pensou no que as pessoas iam falar, no desgosto e na vergonha que seria ter um filho assim, se desculpando por estar falando daquele jeito, já que sabia da minha orientação. Então continuei:

– Não se desculpe. Olha, ele nunca vai deixar de ser seu filho. Nós não escolhemos isso, não é uma opção viver algo visto pela sociedade como uma aberração. Se fosse uma escolha, nós com certeza não escolheríamos sofrer.

Ela começou a chorar. Peguei meu notebook na mochila, meu fone de ouvido e dei para ela assistir o filme Orações Para Bobby.

– Acho que esse filme vai te ajudar melhor do que eu falando no seu ouvido.

Assim que voltamos do jantar para o ônibus ela pegou o computador e foi assistir. Nisso ela me deu o celular dela para ligar para o filho e falar com ele que ela tinha me conhecido e que ela queria que eu e ele fôssemos amigos. Rs. O Pedro (nome fictício) agradeceu muito e disse que estava ansioso pelo final dessa loucura toda.

Caí no sono e no meio da madrugada acordei com a dona Maria me chamando e soluçando de tanto chorar. Pedindo perdão a mim como se eu fosse o filho dela. Logo chegou na próxima parada e ela disse que desceria ali para pegar o primeiro ônibus de volta a Brasília. Falei que era meio perigoso, mas se ela estava decidida, seria um lindo ato de amor. Ela pediu meu número e foi.

Passei o resto da viagem toda preocupado com ela. Na agonia nem peguei o contato dela. Até que agora a pouco ela me mandou uma mensagem:

“Foi Deus que te colocou no meu caminho. Eu não sei como viveria longe do meu filho. Quando voltar a Brasília nos ligue neste número, pois quero que você venha conhecer nossa família. Tenho um desafio muito grande de mostrar para todos que o preconceito não leva a nada. E sei que você pode me ajudar nisso com eles, assim como me ajudou.”

Confira o relato na página do Rayan clicando AQUI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s