ENTRE 2012 E 2015: Márcio da Silveira recebeu mais de R$ 227 mil em diárias/passagens: “instrumento importante para que possamos nos deslocar para exercer nosso papel”, responde

Por: Eduardo Azevedo

 

Entre junho de 2012 e dezembro de 2015, o ex-reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Márcio da Silveira, recebeu o total de R$ 227.698,88 em diárias e passagens. Levando em consideração os 43 meses analisados, além do salário de mais de R$ 20 mil, a média mensal recebida por Silveira em diárias/passagens chega a R$ 5.295,32.

O maior valor recebido pelo ex-reitor em diária/passagem, conforme apuração feita pela reportagem, foi o referente aos dias 08 a 16 de junho de 2013, que chegou ao valor de R$ 28.162,71.

No mesmo período analisado (2012 a 2015) foi constatado que a atual reitora, Isabel Auler, recebeu R$ 47.850,83 enquanto vice-reitora e sua média alcançou o valor de R$ 1.112,81 ao mês. No caso da professora, a primeira diária/passagem recebida por ela no ano de 2012 foi referente aos dias 21 a 23 de novembro, sendo a quantia de R$ 2.929,76.

As informações foram obtidas pelo Blog Eduardo Azevedo por meio do Portal da Transparência da instituição. Nele,  é possível identificar especificadamente o que foi pago em diária e o que foi recebido em passagem (esse valor detalhado pode ser encontrado no levantamento abaixo, clicando no nome do ex-reitor ou da atual reitora).

Foi analisado o período a partir de junho de 2012, pelo fato de Márcio e Isabel terem sido empossados oficialmente no dia 05 de junho desse referido ano.

Por meio do Sistema de Informação ao Cidadão (SIC), a reportagem também solicitou os valores recebidos em diárias/passagens pelo ex-reitor e pela atual reitora em 2016, mas até o fechamento da matéria os pedidos ainda não tinham sido respondidos.

 

MÁRCIO SE POSICIONA

O Blog Eduardo Azevedo também entrou em contato com Silveira para repercutir o assunto e fazer os seguintes questionamentos:

  • Qual a avaliação do senhor sobre esse benefício? Ele pode ser considerado uma regalia?
  • Qual a importância desse benefício para o trabalho como reitor?

Em resposta, Silveira deixou claro que não acredita que as diárias sejam uma regalia, mas que constituem um direito do servidor público, desde que ele esteja em viagem a trabalho. Ele ressaltou que as diárias são importantes instrumentos para o deslocamento do reitor, enquanto dirigente de uma instituição.

“Vale lembrar que a UFT é multi campi, ao todo são sete Câmpus. De Tocantinópolis a Arraias são quase 1.200 km. Essa distância da para atravessar a Europa inteira. Portanto são distâncias consideráveis. No mais, os dirigentes tem muitas reuniões no Ministério da Educação e nos fóruns de dirigentes das instituições superiores (Andifes), todas para discutir questões orçamentárias e de planejamento nas universidades federais”, disse.

Silveira destacou que, além do aspecto legal, é uma necessidade orgânica a existência das diárias para o reitor, pois sem elas não seria possível a mobilidade e resolução de questões que envolvem uma instituição de ensino superior. Ele ressaltou ainda que além das viagens para resolver questões que envolvem a UFT, há também o riscos que são assumidos pelo gestor. “Uma questão que ninguém levanta e se importa são os riscos que corremos nesta Belém Brasília, risco de morte mesmo. São trechos longos e perigosos e, portanto, não há diária que pague um perigo desses”, ressaltou.

Confira o posicionamento de Silveira na íntegra:

“As diárias constituem um direito, enquanto servidor público, desde que esteja em viagem a trabalho. Vejo como um instrumento importante para que possamos deslocar para exercer nosso papel enquanto dirigente. Vale lembrar que a UFT é multi campi, ao todo são sete Câmpus. De Tocantinópolis a Arraias são quase 1200 km. Essa distância da para atravessar a Europa inteira. Portanto são distâncias consideráveis. No mais os dirigentes tem muitas reuniões no MEC e nos fórum de dirigentes das instituições superiores (ANDIFES) todas para discutir questões orçamentárias e de planejamento nas universidades federais. Portanto não considero regalia um reitor ter que se deslocar aos Câmpus do interior, a Brasília diretamente no MEC, na ANDIFES, e no Congresso Nacional correndo atrás de emendas parlamentares para UFT e também importar aos parlamentares para que não cortem o orçamento da universidade. Uma questão que ninguém levanta e se importa são os riscos que corremos nesta Belém Brasília, risco de morte mesmo. São trechos longos e perigosos. E portanto não há diária que pague um perigo desses. Na verdade todas as reuniões de conselhos da UFT ( CONSEPE E CONSUNI) requer a presença de todos os conselheiros e isso tem um custo. Sem as diárias não conseguiríamos conduzir a universidade no campo da democracia. Uma vez que os representantes de cada Câmpus tem que se deslocar a Palmas, onde são realizados os conselhos. Por isso considero além do aspecto legal uma necessidade orgânica a existência das diárias, caso contrário não haveria como ter mobilidade e resolução das questões que são apresentadas no dia a dia de uma instituição de ensino superior. Vale lembrar que todas as nossas viagens são planejadas para resolver mais de três problemas estratégicos que exijam a presença do reitor ou da vice reitora. Por isso são agrupados os problemas para que possamos passar no mínimo um dia nos Câmpus para nos reunir com a comunidade local, encontro com os prefeitos locais para solicitar colaborações, parcerias, e também resolver ou pelo menos equacionar os problemas. Assim funciona as 63 universidades federais, inclusive a UFT”.

 

ISABEL NÃO SE POSCIONA

Procurada por meio de sua assessoria para responder os mesmos questionamentos feitos a Silveira, a reitora Isabel Auler não se posicionou sobre o assunto.

LEVANTAMENTOS

Confira o relatório completo das datas e diárias/passagens recebidas por Márcio da Silveira – em ordem decrescente – analisadas entre junho de 2012 e dezembro de 2015. Caso o leitor queira saber detalhadamente o evento e o que foi pago em diária ou passagem, basta clicar no nome do ex-reitor.

 

DATA DO RECEBIMENTO NOME VALOR (R$)
08/06/2013 a 16/06/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$             28.162,71
21/01/2013 a 03/02/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$             12.041,88
22/11/2014 a 28/11/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$             11.806,05
19/11/2012 a 24/11/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               9.968,81
23/04/2014 a 28/04/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               7.259,29
10/11/2014 a 12/11/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               6.299,92
23/06/2012 a 01/07/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               4.680,03
07/07/2015 a 09/07/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               4.222,11
23/02/2013 a 24/02/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               3.760,37
30/09/2013 a 04/10/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               3.631,40
12/03/2013 a 14/03/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               3.500,54
12/05/2015 a 13/05/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               3.217,98
26/08/2015 a 28/08/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               3.038,85
13/11/2012 a 15/11/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.937,59
24/06/2013 a 26/06/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.810,77
18/08/2014 a 18/08/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.604,10
03/09/2012 a 05/09/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.582,39
05/03/2013 a 09/03/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.501,64
09/09/2014 a 11/09/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.475,61
24/09/2015 a 25/09/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.463,83
29/01/2014 a 31/01/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.452,60
14/05/2013 a 16/05/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.361,48
11/03/2015 a 13/03/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.352,18
16/12/2015 a 17/12/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.297,46
14/10/2015 a 14/10/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.288,68
06/10/2015 a 07/10/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.131,83
08/10/2013 a 11/10/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.077,73
07/11/2012 a 08/11/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.049,32
12/09/2013 a 12/09/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               2.016,10
14/08/2013 a 15/08/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.990,40
31/08/2015 a 01/09/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.975,73
03/09/2013 a 06/09/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.959,32
09/07/2013 a 09/07/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.950,66
01/07/2014 a 01/07/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.950,10
01/08/2014 a 06/08/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.949,90
26/11/2013 a 29/11/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.949,33
16/09/2013 a 16/09/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.916,48
08/10/2014 a 08/10/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.862,48
04/02/2015 a 05/02/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.851,53
05/04/2013 a 08/04/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.850,34
10/12/2014 a 10/12/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.840,76
28/09/2012 a 29/09/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.796,81
07/11/2013 a 13/11/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.773,93
16/04/2014 a 16/04/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.749,10
13/05/2014 a 14/05/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.717,60
17/10/2013 a 20/10/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.690,34
02/12/2014 a 03/12/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.675,53
01/08/2012 a 03/08/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.667,82
21/05/2014 a 21/05/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.656,00
24/02/2015 a 24/02/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.637,78
15/08/2012 a 16/08/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.607,33
27/03/2014 a 27/03/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.580,10
24/10/2012 a 26/10/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.566,82
03/02/2014 a 03/02/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.561,10
13/02/2014 a 14/02/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.487,75
07/04/2015 a 08/04/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.483,28
26/09/2013 a 29/09/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.469,79
05/12/2012 a 06/12/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.403,53
02/10/2012 a 03/10/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.401,98
28/08/2012 a 29/08/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.389,53
23/11/2015 a 25/11/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.384,57
05/02/2014 a 06/02/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.373,25
30/10/2014 a 30/10/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.355,38
27/08/2014 a 27/08/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.349,38
07/05/2013 a 08/05/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.346,34
20/02/2013 a 21/02/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.320,26
14/06/2012 a 15/06/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.311,73
30/10/2012 a 31/10/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.287,53
17/12/2013 a 18/12/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.283,04
06/11/2014 a 08/11/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.274,40
09/10/2012 a 10/10/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.259,49
23/04/2015 a 24/04/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.217,93
12/12/2012 a 13/12/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.179,53
02/10/2014 a 04/10/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.134,50
05/06/2013 a 07/06/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.133,54
19/02/2014 a 19/02/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.105,30
06/06/2014 a 09/06/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$               1.009,55
10/04/2013 a 12/04/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  998,41
28/10/2015 a 29/10/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  975,78
02/05/2013 a 03/05/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  928,89
18/06/2012 a 18/06/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  850,65
20/11/2013 a 23/11/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  836,39
10/03/2014 a 11/03/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  731,80
25/06/2014 a 25/06/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  678,90
07/08/2014 a 09/08/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  599,85
24/10/2013 a 26/10/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  599,84
29/10/2013 a 29/10/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  587,45
02/12/2015 a 04/12/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  582,90
27/08/2013 a 27/08/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  404,35
30/08/2013 a 31/08/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  363,30
15/02/2013 a 16/02/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  363,30
20/12/2012 a 21/12/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  352,61
30/08/2012 a 31/08/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  352,61
14/05/2015 a 15/05/2015 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,35
03/06/2014 a 04/06/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,35
02/12/2013 a 03/12/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,34
30/10/2013 a 31/10/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,34
19/09/2013 a 20/09/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,34
20/06/2013 a 21/06/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,34
26/03/2013 a 27/03/2013 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  346,34
12/08/2014 a 12/08/2014 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  238,60
03/07/2012 a 03/07/2012 MARCIO ANTONIO DA SILVEIRA  R$                  146,73
TOAL  R$           227.698,88

 

Confira o relatório completo das datas e diárias/passagens recebidas por Isabel Auler – em ordem decrescente – analisadas entre junho de 2012 e dezembro de 2015. Caso o leitor queira saber detalhadamente o evento e o que foi pago em diária ou passagem, basta clicar no nome da atual reitora.

DATA DO RECEBIMENTO NOME VALOR (R$)
08/06/2013 a 14/06/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 6.882,63
01/08/2013 a 03/08/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 3.955,76
23/04/2013 a 24/04/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 3.198,44
21/11/2012 a 23/11/2012 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.929,76
06/08/2013 a 08/08/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.662,01
06/11/2012 a 09/11/2012 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.583,60
03/07/2013 a 03/07/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.183,66
16/07/2013 a 17/07/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.175,00
21/08/2013 a 21/08/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.084,66
01/04/2013 a 02/04/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 2.028,11
06/05/2015 a 06/05/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 1.391,18
23/06/2013 a 24/06/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 1.327,78
29/05/2015 a 30/05/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 1.237,73
04/08/2014 a 08/08/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 1.196,60
22/04/2015 a 22/04/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 957,18
23/10/2014 a 24/10/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 924,80
14/03/2013 a 15/03/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 879,46
16/04/2015 a 18/04/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 865,93
20/11/2013 a 23/11/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 689,39
20/02/2015 a 22/02/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 511,80
08/05/2014 a 10/05/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 494,85
10/11/2013 a 12/11/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 494,84
29/09/2014 a 01/10/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 477,90
04/12/2013 a 06/12/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 477,89
29/10/2013 a 31/10/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 477,89
04/09/2013 a 06/09/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 477,89
15/05/2015 a 16/05/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 300,30
21/11/2014 a 22/11/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 300,30
23/11/2015 a 24/11/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
23/09/2015 a 24/09/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
13/05/2015 a 14/05/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
11/05/2015 a 12/05/2015 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
19/11/2014 a 20/11/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
16/06/2014 a 17/06/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
26/05/2014 a 27/05/2014 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,35
02/12/2013 a 03/12/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,34
23/09/2013 a 24/09/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,34
19/09/2013 a 20/09/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,34
11/09/2013 a 12/09/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,34
08/04/2013 a 09/04/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,34
29/01/2013 a 30/01/2013 ISABEL CRISTINA AULER PEREIRA R$ 283,34
TOTAL R$ 47.850,83

#DeOlho: Escolha de pró-reitores estaria gerando desconforto entre Isabel e Márcio: confira também a lista de possíveis nomes que poderão compor o “1º Escalão da UFT”

Por: Eduardo Azevedo

Após as eleições para a reitoria, a movimentação na Universidade Federal do Tocantins (UFT) está direcionada para a posse da reitora eleita, Isabel Auler, para a saída do atual reitor, Márcio da Silveira, e também na escolha dos novos pró-reitores e do prefeito universitário. Atualmente a composição do “1º Escalão” da instituição está da seguinte maneira:

Reitor: Márcio Silveira

Vice-reitora: Isabel Cristina Auler Pereira

Chefe de Gabinete: Emerson Subtil Denicoli

Pró-reitor de Administração e Finanças: Raimundo Nonato Noronha Alves

Pró-reitor de Assuntos Estudantis e Comunitários: Juscéia Aparecida Veiga Garbeline

Pró-reitor de Avaliação e Planejamento: Eduardo Andrea Lemus Erasmo

Pró-reitora de Graduação: Berenice Feitosa da Costa Aires

Pró-reitor de Extensão e Cultura: Abraham Damian Giraldo Zuniga

Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação: Waldecy Rodrigues

Pró-reitora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas: Érica Lissandra Bertolossi Dantas

Prefeito Universitário: Erich Collicchio

Diversas fontes ouvidas pelo Blog Eduardo Azevedo nos últimos dias informaram que há um desconforto na relação entre Isabel e Márcio, devido à indicação de nomes que devem compor os cargos na próxima gestão. Um dos motivos seria um pedido do atual reitor solicitando à reitora eleita para que a pró-reitora de Assuntos Estudantis e Comunitários (Proest), Juscéia Aparecida Veiga Garbeline, permanecesse no cargo. Isabel teria negado o pedido e reforçado que, além de Jusceia, a pró-reitora de Graduação, Berenice Feitosa da Costa Aires, também não continuará na função.

“Ele está muito chateado com a Isabel, mas é ela que vai trabalhar né? Tem que montar a equipe dela também”, reforçou uma fonte ligada à reitora eleita.

A Proest seria a pró-reitoria que está dando mais trabalho para se definir um nome que seja consenso. “Está uma zona de guerra”, definiu outra fonte.

Além dessa situação, muitos nomes já são ventilados nas rodas de conversa dentro da UFT. Um deles é o do professor do curso de medicina Raphael Sanzio Pimenta, cotadíssimo para ser o novo Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq). Outro que já é dado como certo no 1º Escalão é o professor Aurélio Picanço (Engenharia Ambiental).

Outros nomes que também estão cotados é o de Jose Damião Trindade Rocha (Pedagogia), Karylleila dos Santos Andrade Klinger (Artes), Delson Henrique Gomes (Ciências Contábeis), Renata Junqueira Pereira (Nutrição) e o de Gentil Veloso Barbosa (Ciência da Computação). O único que deve permanecer como pró-reitor é o professor Eduardo Andrea Lemus Erasmo, na Pró-reitoria de Avaliação e Planejamento.

Na chefia de Gabinete Emerson Subtil Denicoli pode continuar na função, mas há quem diga que um bom nome é o do também administrador Dimas Magalhães Neto.

Outra informação dita por três pessoas ouvidas pelo Blog é a de que poderá ocorrer uma mudança significativa na área da Comunicação na gestão de Isabel.

A verdade é que só se será possível confirmar de fato quem ficará no “1º Escalão da UFT” a partir do dia 15 de junho, data em que Márcio deixa oficialmente a reitoria da instituição. Já na semana que vem, o Ministério da Educação (MEC) deve publicar a data da posse de Isabel.

Entretanto, já é possível observar que há mais nomes sendo ventilados do que cargos disponíveis na estrutura administrativa da “linha de frente”.

É aguardar pra ver.

Anota ai, e faça a sua aposta:

Reitora: Isabel Cristina Auler Pereira

Vice-reitora: Luis Eduardo Bovolato

Chefe de Gabinete:

Pró-reitor de Administração e Finanças:

Pró-reitor de Assuntos Estudantis e Comunitários:

Pró-reitor de Avaliação e Planejamento:

Pró-reitora de Graduação:

Pró-reitor de Extensão e Cultura:

Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação:

Pró-reitora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas:

Prefeito Universitário:

A reportagem tentou falar com Isabel e com Márcio na tarde desta sexta-feira, 02 de junho, mas as ligações não foram atendidas. Por meio da assessoria, o Blog foi informado de que os dois estão em viagem aos Câmpus do interior. Ainda de acordo com a assessoria, não há nenhum desconforto na relação institucional entre o reitor e a reitora eleita. O espaço se mantém aberto caso eles queiram se posicionar.

NO TOCANTINS: Reitor da UFT recebe ligação do MEC solicitando colaboração para a criação de nova instituição federal no norte do Estado

Por: @eduardoazev

O reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Márcio da Silveira, divulgou no último domingo, 1º de maio, que recebeu um comunicado do Ministério da Educação (MEC) de que os Câmpus de Araguaína e Tocantinópolis poderão ser transformados em uma nova Universidade Federal. A informação foi postada por ele em seu perfil no facebook.

“Esta é uma decisão governamental e que envolve políticos do Tocantins que estão à frente dessa proposta. Deixei bem claro que para esta criação é necessário que seja repactuado de forma urgente todas as nossas dívidas e despesas correntes”, disse o reitor.

Ele destacou ainda, que está preocupado com o atual contexto político e econômico e também com a situação orçamentária e financeira da UFT. “Se resolvermos essa equação, o Tocantins poderá crescer e superar esses desafios. Vamos aguardar qual o desfecho dessa proposta numa hora delicada que estamos vivendo. A comunidade soube implantar com sabedoria a UFT, e agora vamos ver se conseguiremos também, com sucesso, vencer mais uma batalha que poderá se iniciar”, completou.

Márcio informou ainda que solicitaram sua colaboração no projeto. Entretanto, seu mandato se encerra no próximo mês e a atual vice-reitora e reitora eleita, Isabel Auler, é quem deve encabeçar os debates sobre este assunto.

Confira a postagem do reitor na íntegra:

postagem reitor
Imagem: Reprodução/Facebook

POSICIONAMENTOS

Em sua maioria, os comentários da postagem foram positivos. “Tomara que separe, chega de palmas ficar com tudo”, disse uma internauta.  “Fico feliz em vê o Estado do Tocantins crescendo e se desenvolvendo e mais feliz ainda de saber que será criado mais Universidades Federais e que serão mais oportunidades para a população”, comentou outra. “Estou torcendo pelo Campus de Tocantinopolis, minha terrinha querida merece esse investimento”, destacou mais uma internauta.

Outros chegaram até mesmo a sugerir nomes. “Que venha a Universidade Federal do Araguaia ou Universidade Federal do Bico do Papagaio (essa última eu gosto mais)”, postou um internauta.

Entretanto, também teve quem criticasse a ideia. “Defendo a consolidação e o fortalecimento da UFT! Dividir é retrocesso”, comentou um morador da Capital. Outros solicitaram mais calma ao analisar o processo de instalação de uma nova universidade federal no Estado.

“As coisas precisam ser analisadas com calma. Muita calma. A princípio seria algo para ser comemorado, no entanto, o cenário político e geopolítico aqui do norte para quem trabalha com camponeses, quilombolas e indígenas não é o melhor. Sem dizer que, politicamente, Araguaína tem tendência muito conservadora, para não dizer reacionária e isso reflete na UFT do norte em vários aspectos socioeducacionais. Preocupante. Ou seja, qual será o perfil desta nova instituição?”, disse um professor da UFT.

ELEIÇÕES UFT – Márcio da Silveira descarta reeleição e declara apoio à profa. Isabel: “ela precisa ser a protagonista neste momento”, diz

márcio e isabel 2
Márcio da Silveira não concorrerá a reeleição – Imagem: Dicom/UFT

Por: @eduardoazev

O reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Márcio Silveira, não concorrerá a reeleição para a reitoria, mas apoiará a chapa da vice-reitora Isabel Cristina Auler. Ele retornou as ligações do Blog do @eduardoazev na noite do último sábado, 20, e confirmou essas informações.

“Não vou participar. Inclusive estou ajudando a professora Isabel a articular a chapa. O professor Luis Eduardo Bovolato será o vice dela, ele que é muito ligado à minha pessoa. Toda a minha equipe está apoiando ela”, declarou.

Questionado pela reportagem sobre o motivo de não tentar a reeleição, ele afirmou que pretende se dedicar a outros projetos dentro da universidade.

“Eu fui oito anos pró-reitor de Pesquisa na gestão do professor Alan Barbieiro, e mais quatro anos reitor. Na verdade eu tenho 12 anos, que é exatamente a idade da UFT, dedicado à gestão. Eu preciso voltar para a minha atividade da pesquisa, e eu tenho muitas propostas agora para trabalhar fortemente no meu projeto do etanol da batata doce”, afirmou.

Mesmo declarando apoio à candidatura da vice-reitora, Silveira disse que não vai interferir na campanha eleitoral, pois de acordo com ele Isabel precisa ser protagonista neste momento.

“O projeto que ela vai seguir é o projeto que eu e ela desenhamos juntos, então é um projeto de continuidade. Há coisas que evidentemente estão dando certo, agora evidentemente tem coisas que vão ter que ser mudadas, tem coisas que terão que ser inovadas, mas meu apoio a ela é pela continuidade do projeto”, completou.

Silveira permanecerá no cargo de reitor até o dia 04 de junho.

DESISTÊNCIA

Na noite da última sexta-feira, 19, a @Blog do @eduardoazev conversou por telefone com o professor Élvio Quirino, que na ocasião afirmou que não havia descartado a possibilidade de registrar chapa. Já na noite deste sábado, 20, em uma postagem no facebook, ele declarou que não sairá como candidato. Ainda no texto, ele afirmou que também apoiará a profa. Isabel. Nos comentários da postagem foram publicadas muitas mensagens de apoio, mas também algumas críticas à decisão.