EM PALMAS: Siqueira Campos é internado em UTI

Por: Eduardo Azevedo

O ex-governador do Tocantins, Siqueira Campos, foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do IOP, em Palmas. Conforme a assessoria de seu filho, deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PTB), ele teria dado entrada na UTI por volta das 20h deste sábado, 18 de junho, com quadro de desidratação.

Neste domingo, 19 de junho, a assessoria informou que o ex-governador foi diagnosticado com uma pneumonia no pulmão direito. “Ele está recebendo medicação e precisará ficar internado por até 7 dias. Não pode receber visitas para não ficar exposto a uma nova infecção”.

Siqueira Campos está consciente, com pressão e batimentos cardíacos normais.

(Atualizada dia 19/06/16 às 14h48mim)

18406_SIQUEIRACAMPOS1
Siqueira Campos – Imagem: Reprodução/Web
Anúncios

#DeOlho: Siqueira Campos posa com Samuel, filho de Eduardo Siqueira Campos

Siqueira Campos posou com o neto Samuel
Siqueira Campos posou com o neto Samuel Imagem: Reprodução/Facebook

Por: @eduardoazev

O ex-governador Siqueira Campos (PSDB) posou para foto com o neto Samuel, filho do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PTB). Na imagem, divulgada na manhã desta sexta-feira, 06, no facebook de Eduardo, Siqueira aparece sorrindo e segurando o mais novo membro da família. Na legenda da foto, o deputado relembra a história de seu pai. “É muito bom olhar para trás e lembrar da longa trajetória de um nordestino retirante, que sem diplomas, chegou ao norte goiano,dirigindo caminhão. Assim como ver o amor de avô pelo Samuel, este anjo que chega instalando a beleza em todos nós”, escreveu.

Confira a foto publicada por Eduardo clicando AQUI. 

.

Reação da esposa do ex-governador sobre renúncia, dinheiro público gasto em campanha e mais: veja quatro informações que você não viu na imprensa tocantinense em 2014

“Fontes Palacianas” contaram muitas coisas ao Blog do @eduardoazev

Por: @eduardoazev 

1 – A reação da esposa do ex-governador Siqueira Campos quando ele disse que iria renunciar

Muita gente não soube, mas Marilúcia Leandro Uchôa Siqueira Campos, esposa do ex-governador Siqueira Campos (PSDB), não gostou nada de receber a notícia de que o marido renunciaria. Ele deixou o cargo em abril de 2014. Fontes palacianas (termo usado para se referir a gente do círculo dos envolvidos na notícia) do Blog do @eduardoazev informaram que ela discordou veemente da decisão do então governador, que deixaria o seu legado para atender a interesses do filho. Ainda de acordo com as informações recebidas, o relacionamento dela com o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PDT) e filho de Siqueira não é dos melhores.

Continuar lendo “Reação da esposa do ex-governador sobre renúncia, dinheiro público gasto em campanha e mais: veja quatro informações que você não viu na imprensa tocantinense em 2014”

“É um desastre”, diz jornalista Rinaldo Campos sobre Eduardo Siqueira Campos. O autor do “Ditador do Cerrado” também fala sobre Siqueira Campos, Kátia Abreu e mídia local. Confira a entrevista

Jornalista Rinaldo Campos
Em entrevista, jornalista Rinaldo Campos autor do “Ditador do Cerrado” diz que Eduardo Siqueira Campos “É um desastre” – Foto: Blog do @eduardoazev

Por: @eduardoazev

“Contando sobre o amor entre duas freiras enclausuradas em um convento, eu termino um poema dizendo: Deixem que se agarrem, pois a paixão sem amar se consome, e, sob a benção dos deuses, o beijo entre um homem e uma mulher, entre duas mulheres ou dois homens”. Foi em tom de poesia que terminou a entrevista com o jornalista Rinaldo Campos feita pelo Blog do @eduardoazev. Profissional conhecido no Tocantins por seus embates com o ex-governador Siqueira Campos (PSDB), logo após a criação do Estado, o jornalista falou à reportagem sobre o mais diversos assuntos.

Ele é o autor do livro “O Ditador do Cerrado”, que, conforme a 4ª edição da obra, teve três edições apreendidas pela Justiça do Tocantins para serem incineradas. O jornalista também ficou preso em 1993 por causa do livro em que fala sobre Siqueira Campos. Outro momento que trouxe para a mídia o nome do jornalista foi a sua prisão em 2011, onde alegaram envolvimento com um caso de pedofilia.

Continuar lendo ““É um desastre”, diz jornalista Rinaldo Campos sobre Eduardo Siqueira Campos. O autor do “Ditador do Cerrado” também fala sobre Siqueira Campos, Kátia Abreu e mídia local. Confira a entrevista”

Cinco notícias que mostram o ex-governador Siqueira Campos agindo de maneira “inusitada”

siqueira
Ex-governador Siqueira Campos

Por: @eduardoazev

O temperamento do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) sempre foi motivo de medo para muitos jornalistas, secretários e funcionários do Palácio Araguaia. Ninguém nunca sabia qual era o seu humor. Siqueira sabia muito bem ser educado, mas quando se irritava…. ihh! Não tinha papas na língua.

Alguns momentos do ex-governador viraram notícia na mídia local. Fizemos um levantamento de algumas situações que foram registradas e colocamos aqui para você rir, relembrar e refletir. Confira abaixo os cinco momentos em que Siqueira agiu de maneira inusitada:

Continuar lendo “Cinco notícias que mostram o ex-governador Siqueira Campos agindo de maneira “inusitada””

Durante coletiva, Marcelo Miranda evita falar de Siqueira e de Eduardo

IMG-20141205-WA0026
Jornalistas acompanham coletiva de imprensa de Miranda no Hotel Rio Sono em Palmas

Por: @eduardoazev

O governador eleito, Marcelo Miranda (PMDB), evitou falar sobre o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e sobre o deputado estadual eleito Eduardo Siqueira Campos (PTB), durante a coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 05, em Palmas, onde anunciou parte de seu secretariado.

Questionado pela reportagem como ele avaliava sua posse em relação a “era Siqueira”, Miranda foi categórico.  “Eu não vou por esse lado, eu vou seguir dizendo a vocês que meu compromisso em praça pública foi de mudanças a serem feitas, então eu acredito que todos procuraram fazer a sua parte. Eu procurei fazer a minha nesses vários anos de mandato não só como governador, mas como deputado”, disse.

Perguntado se Eduardo Siqueira seria bem vindo à base aliada do governo, Miranda não respondeu. “Eu prefiro dizer que a Assembleia Legislativa tem uma grande responsabilidade a partir do próximo ano”, afirmou.